sábado, 18 de novembro de 2017

Ópera da vida


Ópera da vida
Som profundo,
lamento,
murmúrio lento,
violinos a chorar...

Seus olhos se emocionarem
como duas estrelas a brilharem...

Ouvi a voz mais pura,
mais límpida
sair dos altares...
As notas se elevarem,
ao íntimo de Deus,
os anjos louvarem,
em hinos cantares...

Ouvi toda
orquestra sinfônica,
a maior filarmônica,
transformar em cantos,
os gritos, os gemidos, a dor,
o amor, os sentimentos contidos,
nos labirintos perdidos...

Ouvi todas as chamadas,
das mil e uma noites,
das difamadas,
de todas as camadas,
das pessoas amadas e desprezadas...

Ouvi, vi cantos em versos,
curando as feridas,
vindos do universos,
a mais bela e a maior
composição da ópera da vida,
Cláudio Domingos Borges

sexta-feira, 17 de novembro de 2017




A linguagem do amor
A linguagem mais clara,
que podemos entender é a linguagem do amor,
seja através dos gestos, dos sons, da música,
das palavras, seja qual for o idioma,
o amor é a linguagem universal...
Não precisamos de interprete,
porque a linguagem do amor
flui penetrando na alma,
traduzindo os sentimentos
na mais pura linguagem...
A linguagem do amor...
Cláudio Domingos Borges